Pages

sábado, 8 de janeiro de 2011

Studio 93 - Os comunicadores subcelebridades

Studio FM - Caxias do Sul


A grade musical da rádio Studio era baseada em sucessos, era dividida em espaços de quatro horas com alguns programetes especiais. “Tínhamos duas paradas com as mais pedidas no final da manhã e no final da tarde.” resume o professor Édson Corrêa, sobre a programação da emissora.

Muitos comunicadores passaram pela Studio FM, Cláudio Motta, Bere, David, André Junior, Flávia Andréia, Flávio Antônio que está em Garibaldi; Sergio Luiz que mora em São Marcos; Luiz Almeida que atua na prefeitura de Caxias do Sul; Mário César que trabalha em uma indústria farmacêutica; Fernado Gardelin é empresário; Alfeu de Oliveira que atua na gestão de uma clinica estética e advoga; Renan Júnior se tornou comerciante e mora em São Paulo; e Gerson foi assassinado.

Continuam a trabalhar com comunicação, Flávia Vidor; o jornalista e publicitário, Sandro Clamer; Cléber Montier e Sandro 'Maravilha' Darsie, ambos na rádio Estação FM (Carlos Barbosa); Nilton Domingues na Difusora AM (Caxias do Sul), Jaime Rocha Neto trabalha com sonorização; Jaime Rocha e Guto Agostinho na UCS FM (Caxias do Sul); Flávia Belini na UCS TV (Caxias do Sul); JG (Jorge Gilberto), na Spaço (Farroupilha); Iotti, cartunista do Grupo RBS, repórter da RBS TV e comunicador da Atlântida FM (Caxias do Sul); Fábio Berti, assessor de comunicação; Fernando Machado, coordenador da UCS FM (Caxias do Sul) e Eron Voesch, coordenador de programação da Rede Maisnova FM (Caxias do Sul).

Segundo o ex-coordenador de programação da Studio, Édson Corrêa, a emissora era deficitária e a conjuntura econômica não estava muito boa no momento com o declínio da Enxuta decretou o fim da rádio em 2000. “Ela foi arrendada pela Pop Rock e posteriormente à Igreja Universal. Negócios mais lucrativos para o proprietário.” explica Corrêa, sobre o fechamento da emissora.

Conforme o professor, para a rádio retornar teria que haver muitos investimentos, para voltar ao patamar que tinha no passado. “Acho que isso é impossível pelo grande número de emissoras. Não tem dinheiro para todas.” conclui.

Especial Rádio Studio 93 FM

O começo de tudo --> 02/01/2011
O início das novidades --> 04/01/2011
A continuação das novidades --> 06/01/2011
Os comunicadores subcelebridades --> 08/01/2011
A rádio que marcou época --> 10/01/2011
Liderança, fama, lendas e o fechamento --> 12/01/2011
A influência para o rádio FM gaúcho --> 14/01/2011
Últimos programas --> 16/01/2011
Últimos programetes --> 18/01/2011
No futsal --> 20/01/2011

PS.: O TRABALHO FOI REALIZADO NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2010, NA DISCIPLINA DE REDAÇÃO II - JORNALISMO IMPRESSO, DA UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL

0 comentários:

Postar um comentário